Vai despachar bagagem? Companhias aéreas anunciam aumento de preço do serviço

O aumento no preço do serviço para despachar bagagem tem feito muitas pessoas se planejarem mais financeiramente. Se a onda era viajar apenas com bagagem de mão para ser mais minimalista, agora essa é uma decisão que afeta o bolso também.

Muitas companhias aéreas como a Azul e a Latam já anunciaram aumento no preço do serviço de transporte de bagagens despachadas. Elas foram as primeiras a anunciarem esses aumentos.

Publicidade

Se por um lado veio a notícia que alegrou a muitos com a abertura das fronteiras de alguns países (após a pandemia da covid), tempos depois as pessoas foram pegas pelo aumento nos preços tanto para despachar bagagem quanto também nos preços das passagens a aéreas.

Sobre o motivo do aumento nos preços para despacho de bagagens

Publicidade

O que essas companhias aéreas dizem sobre esse aumento nos preços é que se trata de um repasse devido ao aumento no preço do combustível, causado pela guerra que acontece na Ucrânia, que foi atacada pela Rússia.

E outra companhia que também anunciou aumento no preço para esse serviço de despacho foi a Linhas Aéreas Gol. Alguns aumentos chegaram a ser de quase 100%, como é o caso dos despachos para voos internacionais, que antes era R$100,00 a R$ 650,00 e agora passou para R$ 199,00 a R$ 650,00.

A Gol é outra que também culpabiliza a guerra na Ucrânia pelo aumento nos preços, contudo ela não diz isso de forma direta. Ela emitiu um comunicado onde relata que o cenário atual (com o aumento de custos na aviação comercial) fez com que ela tivesse que reajustar os preços dos seus serviços.

Com isso, ela concluiu que se fez necessário esse aumento de preço para se adequar ao que era realizado no mercado.

Já a Latam informou que esse cenário fez com que a companhia não apenas fizesse reajuste nos preços, como também tivesse que adiar o lançamento de rotas novas.

E além do aumento no preço do serviço de despacho de bagagens, isso ainda gerou aumento no preço das passagens aéreas.

A alteração aconteceu apenas no valor mínimo da companhia para o despacho, sendo que o valor máximo permanece o mesmo. Na Latam esse reajuste aconteceu já no dia 14 de março, enquanto que na Azul ele foi a partir do dia 7 de março.

Mais informações sobre os novos valores podem ser conferidas nos sites das respectivas companhias aéreas.

A Anac estabelece que as companhias aéreas possuem liberdade para comercializarem com distintos tipos de franquias de bagagem.

Como ficam os preços para despachar bagagem agora?

Em suma, o que praticamente todas as companhias alegam é que a alta no preço do petróleo, por conta da guerra na Ucrânia, impacta no preço do querosene para a aviação, além de influenciar ainda os custos que as companhias têm.

Agora, quem quiser despachar uma bagagem na Gol terá que pagar ao menos R$ 95,00. Já para quem precisar do serviço na Azul terá que pagar no mínimo R$ 90,00. E na Latam o preço do serviço agora é de R$ 75,00 (no mínimo).

Algumas companhias aéreas oferecem aos clientes a possibilidade de isenção no pagamento da taxa ao despachar bagagem em certas situações. No caso da Gol, ela oferece isso se:

– O possuir status no programa Smiles;

– Caso o cliente tenha um cartão de crédito desse programa de milhas. Cartões Platinum e Infinite permitem ao cliente ter uma bagagem despachada gratuitamente, ainda que a passagem não tenha sido adquirida usando um desses cartões. É só apresentar o cartão no balcão para ter o benefício.

Mas algumas companhias aéreas não acumulam as franquias de bagagem. É importante se informar sobre isso na empresa em que pretende adquirir as passagens aéreas.

Essa situação ainda tem feito com que haja aumento na venda de malas com capacidade para até 10 kg. Mas muitas lojas comentam que a mala de bordo (de 10 kg) sempre foi o tipo mais procurado e que agora aumentou ainda mais essa procura com o reajuste no despacho de bagagens.

No entanto, o Procon relatou que notificou as empresas de aviação para que expliquem sobre o aumento que foi aplicado em algumas das tarifas. Nisso, elas terão que esclarecer sobre os itens que fazem parte do valor da taxa de despacho de bagagem.

O que fazer então para ter economia?

Viajar sempre foi algo que exigia um planejamento financeiro a fim de evitar extrapolar no orçamento. Mas agora essa necessidade é ainda maior. Assim, para ter economia é importante planejar cada item necessário para viajar.

A dica aqui para economizar ao despachar bagagem é optar por levar menos coisas na mala e tentar que o peso não ultrapasse os 10 kg permitidos. E assim você se enquadrará na bagagem grátis.

O peso máximo permitido antes para despachar de forma gratuita a bagagem era de 32 kg, mas as regras mudaram.

É claro que para muitas pessoas essa pode não ser uma tarefa tão simples, mas viajar com menos bagagem tem se tornado quase que um novo estilo de vida.

Mas é importante que sejam seguidas todas as regras que são estabelecidas pela Anac ao preparar sua bagagem de mão.

Há quem afirme que é possível viajar por cerca de duas semanas apenas tendo uma bagagem de mão. Mas claro que a há decisões pessoais que devem ser consideradas no processo.

É importante estar sempre atento as regras e a tabela de preço praticada pelos serviços da companhia aérea escolhida. Ainda mais quando se trata de viagens internacionais, onde o preço pode chegar a R$ 600,00 por despacho.

Mas há aqueles que precisam ficar muitos dias fora e levam muitos pertences, enquanto outros querem uma mala maior para poderem trazer lembranças do local para onde viajarão (especialmente em destinos internacionais). Isso é algo que deve ser considerado também.

Se esse for o seu caso, então não há muito o que ser feito além de evitar carregar muitas coisas na mala, o que ajudará a evitar que o preço pelo despacho seja muito alto.

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Pacote + Comprado

Atenção: O Roteiros e Passagens Aéreas não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de informações sobre viagens, seja passagens aéreas ou promoções. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Roteiros e Passagens Aéreas trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições das empresas e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://roteirosepassagensaereas.com não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições das empresas que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Roteiros e Passagens Aéreas. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Roteiros e Passagens Aéreas se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições das empresas, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos das empresas são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições das empresas e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Roteiros e Passagens Aéreas são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Roteiros e Passagens Aéreas e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.